Açores

2018

AngraJazz

Em outubro, voe até aos Açores e descubra as sonoridades do jazz num evento que se tem vindo a afirmar, ano após ano, como um dos melhores e mais emblemáticos do género em Portugal.

O festival Angrajazz acontece anualmente, em Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, uma cidade no meio do Atlântico considerada pelo UNESCO como património mundial da humanidade.

Como habitualmente, terá lugar no Centro Cultural e de Congressos, antiga praça de toiros reabilitada como espaço de atividades culturais. O auditório semicircular transforma-se num grande clube de jazz, com os músicos muito perto do público, o que lhe concede uma atmosfera muito verdadeira e intimista.

Apresenta um programa que alterna entre grandes nomes internacionais do jazz, norte-americanos e europeus, com projetos portugueses de mérito reconhecido. Inclui obrigatoriamente no seu cartaz pelo menos um grupo nacional e um grupo regional, cumprindo assim um dos seus principais objetivos: a divulgação e o desenvolvimento do gosto pelo jazz nos Açores.

A Associação Cultural Angrajazz tem ainda levado a efeito, por altura do festival, outras atividades paralelas como conferências, exposições, cinema e outras.

Alguns dos concertos realizados ao longo das várias edições deste festival, entraram para a lista dos melhores concertos do ano em Portugal, lista esta elaborada pela crítica nacional da especialidade.

CARTAZ

ORQUESTRA DE JAZZ DO HOT CLUBE DE PORTUGAL | ORQUESTRA ANGRAZZ | GONZALO RUBALCABA TRIO | ANDY SHEPPARD QUARTET | BILLY CHILDS QUARTET | JAZZMEIA HORN | DARCY JAMES ARGUE'S SECRET SOCIETY

Comprar bilhetes arrow right

Sobre o local

Na terceira ilha dos Açores a ser descoberta pelos navegadores do séc. XV, Angra do Heroísmo foi a primeira cidade do arquipélago. Foi muito importante como entreposto comercial e serviu de escala nas rotas de navegação entre a Europa, as Américas e a Índia.
Angra tem a beleza especial das ilhas dos Açores que resulta do contraste entre a natureza exuberante e a pedra escura utilizada na construção, reveladora da sua origem vulcânica. A longa história e o património construído ao longo de séculos levaram a que o centro histórico de Angra do Heroísmo fosse classificado Património Mundial.
É fundamental fazer um percurso pela ilha e conhecer as praias de areia negra da Praia da Vitória, o miradouro na ponta do Cabo, o Algar do Carvão, a Caldeira de Santa Bárbara, no ponto mais alto da ilha, e as piscinas naturais em Biscoitos, onde também se pode provar o vinho produzido localmente, no Museu do Vinho.

A NÃO PERDER

√ Deslumbrar-se com o tubo de lava da Gruta do Natal ou descer ao Algar do Carvão
√ Sentir o calor da terra nas fumarolas das Furnas do Enxofre
√ Fazer um passeio de barco para ver baleias, cachalotes e golfinhos
√ Mergulhar nas piscinas naturais que se encontram por toda a ilha
√ Provar o vinho verdelho
√ Comer a deliciosa alcatra, um prato local de carne de vaca

Ver mais